LG OLED 300 dpi
Audiolab_Omnia_17-03-22
Imacustica vertical
Banner Exaudio Junho 22
Esoteric-Aqipa
Imacustica maior

EMT JSD Pure Black

EMT JSD Pure Black

Jorge Gonçalves

2 Abril 2022

O regresso de um dos grandes nomes do analógico


A EMT é definitivamente um dos grandes nomes do analógico, tendo começado há mais de 80 anos como fabricante de equipamentos de radiodifusão e assumindo desde o início a designação da marca que se tem mantido até hoje - Elektromesstechnik (EMT). A empresa mudou-se em 1945 para Lahr, na Floresta Negra e começou a fabricar gira-discos para o mercado profissional, os quais ganharam de imediato grande renome, o que fez como que a EMT estabelecesse um acordo com a Ortofon para começar a fabricar cabeças com a sua marca, utilizando de início a tecnologia da marca dinamarquesa, o que deu origem à série O. Essa parceria durou bem mais de uma dezena de anos mas entretanto a marca começou a dedicar-se à investigação e desenvolvimento de cabeças MC, o que deu origem a uma das suas mais famosas cabeças, a TSD 15 (Tondose Stereo Diamant, 15 mícrones), a qual utilizava uma agulha de diamante com uma espessura de 15 mícrones na ponta. A produção da fábrica ganha um novo impulso quando a EMT assume a fabricação da gama de gira-discos da Thorens e a vida da marca passa por várias fases até ser vendia à Barco já no final dos anos oitenta e passar para as Walter Derrer no início dos anos 2000. Em 2006 a EMT apresenta o quase reverenciado prévio de phono JPA 66, com um belo frontal dourado e ajustes para quase tudo, o qual é distribuído pela empresa-mãe suíça EMT International GmbH. Logo a seguir à comemoração dos seus 75 anos de existência a EMT recebe um Grammy técnico e dois anos depois, em 2018, a EMT ingressa no grupo Hifiction, pertencente a Micha Huber, o inventor do braço de gira-discos Thales, o qual permite optimizar a posição da cabaça de leitura em relação ao sulco do disco. A produção muda para Turbenthal, uma aldeia situada perto do aeroporto de Zurique e a EMT amplia de maneira sensível toda a sua gama de cabeças de gira-discos na data da comemoração do seu 80.º aniversário, disponibilizando agora duas linhas, a HMD e a JSD, com poção de enrolamentos de prata nas cabeças topo de gama. Na gama profissional EMT TONDOSE continuam a pontuar as várias versões das TSD, com a TSD Novel no topo.

EMT-Cartridges

A JSD Pure Black de que vou aqui falar está situada relativamente perto do topo, ma non tropo. O corpo tem uma estrutura tipo sanduíche fabricada a partir de alumínio de alta densidade anodizado com um material compósito de cor negra que elimina as ressonâncias. O cantilever é de safira e as móveis de cobre puro, com a opção de serem de prata, como já mencionei. Os ímanes de AlNiCo, revestidos por uma camada de ouro, asseguram uma elevada intensidade de campo magnético que dá origem a uma tensão de saída algo invulgar para uma cabeça MC – 1,05 mV. O peso de leitura é igualmente um pouco acima dos mais usuais 2 gramas, situando-se nos 2,4 gramas. A resposta em frequência vai dos 20 Hz aos 30 kHz.

A Pure Black vem numa bela caixa de madeira com uma placa de alumínio polido no topo e no interior da qual se pode encontrar um kit de montagem com duas chaves Allen e um parafusos de fixação de vários tamanhos, sendo de destacar que a cabeça não vem equipada com a usual tampa de protecção do cantilever, o que implica que temos de redobrar cuidados quando da montagem no braço.

EMT-5

» Próxima página (Página 2 - 2/3)

Banner Ajasom Dez 2021
Marantz 40n

Conteúdo

Banner Ajasom Dez 2021

Outros conteúdos

TCL C73 Julho 22
B&W Diamond Jan 2022
Banner Marantz Jan 2022