Banner LG Evo_Julho 23
Banner Sarte_Wiim_Fever 24
Banner Imacustica Julho 22
Exaudio Jun 23
Banner vertical Ultimate Fever 24
Banner Imacustica Julho 22
Banner horiz Ultimate Fever 24

High –End show de Munique, parte 3

High –End show de Munique, parte 3

Jorge Gonçalves

7 junho 2024

A despedida do MOC e o show do Marriott


Deixo aqui mais um bom conjunto de fotos ilustrativas de algumas das visitas que fiz durante o High-End show de Munique, com um outro tópico relativo a novidades e / ou a sistemas que ouvi em algum dos elementos se destacava, talvez mais o próprio conjunto deles, pois numa estrutura em que a maioria das salas tem problemas óbvios, é difícil conseguir discernir qual dos componentes contribui em maior percentagem para os bons ou maus resultados que estamos a apreciar. Pode-se dizer que este é um mal inerente a todos os eventos deste tipo mas é estranho que num local onde a qualidade de construção e a rigidez estrutural global das diversas naves sejam bem superiores ao que se pode encontrar, por exemplo, a nossa FIL, tantas salas tivessem mau som. Uma das «desculpas» poderia ser a do costume, ou seja, de que na maioria dos casos os expositores pura e simplesmente não se preocupam com a performance sonora dos seus sistemas, mas tal parece-me algo redutor. Certamente que há mais que uma razão e que na maioria dos casos nunca as encontremos todas, mas também tenho que deixar desde já aqui bem claro que isso nunca foi razão para que os interessados tenham deixado de visitar os shows.
No último dia que estive em Munique dei um saltinho ao hotel Marriott para ver o «show paralelo» DeLuxe, à moda do que acontecia noutros tempos no CES de Las Vegas quando diversos fabricantes de High-End se juntavam num hotel e faziam demonstrações em paralelo com as oficiais. O DeLuxe não aumenta de tamanho de ano para ano e tem uma afluência bem mais reduzida do que a do MOC, mas tem uma aura muito especial e fabricantes mais tipo artesanal que por vezes fazem demonstrações que me têm surpreendido. Vamos então às últimas imagens que para o ano há mais. Claro que se tivesse pespegado aqui com umas centenas de imagens sem qualquer tipo de identificação, como vi muitas publicações «de referência» fazerem, já há muito tempo que teria feito a cobertura do show. Mas essa não é minha maneira de trabalhar porque considero que os visitantes da Audio e Cinema em Casa merecem ter indicações concretas sobre os aparelhos que aparecem nas imagens.

Foto 1_Munique 3

Foi uma verdadeira surpresa, pelo menos para mim, que o fabricante francês de cabos Esprit Audio tivesse apresentado dois pares de colunas, as Stella, umas monitoras, e as Amelia, um modelo de chão, ambas com excelente acabamento e mesmo, caso das últimas, uma performance sonora altamente aliciante.

Foto 2_Munique 3

Prévio de gira-discos Suzi pre, da Chord, desenhado por John Franks. Aceita cabeças MM e MC e tem ajuste directo no painel frontal da resistência de carga. O ganho máximo não é especificado, o que é uma pena.

Foto 3_Munique 3

A PMC tinha como novidade uma linha activa das colunas Twenty5i. As twenty5 21i integram um amplificador de 100 W por cada unidade activa e o crossover é totalmente analógico.

Foto 4_Munique 3

A Soulution tinha equipamentos presentes numa grande variedade de sistema, inclusive no show DeLuxe. O 717 é um novo amplificador de potência com uma largura de banda até 2 MHz e que pode ser configurado para funcionar nos modos estéreo, em ponte ou dual mono. Pode debitar 300 W sobre 4 ohm ou 150 W sobre 8 Ohm, isto no modo estéreo.

Foto 4A_Munique 3

O VTL S-400 é um amplificador de potência estéreo baseado no Siegfried Series II que tem como uma das suas particularidades a possibilidade de ajuste da realimentação em três níveis. O modo de funcionamento pode ser em tríodo ou em tétrodo, com a potência de saída máxima a ser, respectivamente, de 150 W e de 300 W. Estava a funcionar muito bem com as Wilson Audio Sasha V e Luke Manley manifestou-se muito satisfeito com o modo como o show estava a decorrer.

Foto 5_Munique 3

Uma verdadeira canalização de áudio, é o mínimo que se pode dizer deste conjunto de cabos da ZenSati.

Foto 6_Munique 3

As Magico S5 estavam a soar mesmo muito bem, acompanhadas por electrónica da Wadax e da Pilium.

Foto 7_Munique 3

Novo DAC MSB The Cascade. Está dividido em três chassis, com o Digital Director a identificar, configurar e processar praticamente todo e qualquer formato de áudio digital recorrendo a um sofisticado algoritmo. Segue-se o Analogue Converter, com novos DACs Hybrid NKII e a Powerbase, uma fonte de alimentação linear que integra um conjunto de reguladores que disponibilizam as tensões necessária para cada um dos outros dois módulos.

Foto 8_Munique 3

A MBL apresentou as 101 X-Treme MKII, uma evolução muto bem recebida das 101 x-Treme com um variado número de possibilidades de ajuste, tais como: factor Q de cada um dos canais, atraso temporal, ajustes dos níveis de médios e graves e muito mais.

Foto 9_Munique 3

O Rui Borges apresentou o seu gira-discos Ultimate Pendulum, equipado com um braço Supreme-Analog Tangenta de 12 polegadas com acabamento em ouro-rosa. Uma verdadeira obra de arte no domínio analógico.

Foto 10_Munique 3

As Burmester BX100 são um novo modelo de chão de quatro vias com estrutura modular que integram um tweeter de fita AMT combinado com duas unidades activas frontais para médios e graves e dois woofers laterais. O início da produção está previsto para o próximo outono.

Foto 11_Munique 3

Novo streamer da Nagra, simplesmente denominado The Streamer.  Tem incorporadas capacidades de ligação directa aos serviços de streaming mais utilizados e a rádio por Internet, é Roon Ready, aceita AirPlay 2 e tem compatibilidade UPNP / DLNA para ficheiros armazenados em servidores locais. A fonte de alimentação é externa.


» Próxima página (Página 2 - 2/3)

Ajasom marcas 25-02-23
Banner Masimo_Marantz_Abril 2024

Conteúdo

Banner Ajasom Dez 2021

Outros conteúdos

Banner TCL Out 23
B&W Diamond Jan 2022
Marantz 70 anos