LG OLED 300 dpi
Audiolab_Omnia_17-03-22
Imacustica vertical
Banner Exaudio Junho 22
Esoteric-Aqipa
Imacustica maior

JBL Everest, o rock puro e duro na Imacustica

JBL Everest, o rock puro e duro na Imacustica

13 Dezembro 2021

O “Rock em Stock” na Imacustica


A Imacustica apresentou recentemente, em colaboração com a Sarte Audio,  as míticas colunas JBL Everest DD67000 numa sessão em que, como não poderia deixar de ser, o rock teve presença de destaque. De facto, acompanhadas por electrónica D’Agostino, na forma do conjunto Progression, dois monoblocos e prévio, do dCS One como fonte digital e do gira-discos Air Force Three e prévio de Phono Masterline 7 na área analógica.

Imac_JBL 3

Para além de alguns inevitáveis originais digitais, claro que, em face dos pergaminhos de muitos anos das Everest, o que lhes caía bem era ouvir rock dos bons anos setenta e oitenta e foi a isso que o Guilhermino Pereira se dedicou, através de alguns discos da sua colecção, verdadeiras preciosidades porque já não são nada fáceis de encontrar, de bandas tais como os Creadance Clearwater Revival, de que muitos audiófilos mais jovens nem nunca devem ter ouvido falar.

Imac_JBL 2

E foi assim que senti as Everest não a baterem no seu peito jurando pelo rock mas a baterem no meu com uma intensidade física que não deixava ninguém indiferente na sala. O rock ao vivo é assim mesmo, como pude comprovar num ou outro concerto a que assisti e os níveis de pressão sonora que são possíveis de obter com estas JBL são algum de verdadeiramente impressionante, não só pela potência dos monoblocos Progression como pela elevada sensibilidade das Everest.

Imac_JBL 4

A JBL está de regresso, isso é uma realidade, com um público novo que se coloca numa posição diferente da dos audiófilos empedernidos, mas não é menos dedicado, como se pode ver pela muito interessante quantidade de modelos L100 Classic que se têm vendido – a grelha cor de laranja continua a ser um grande chamariz.  Igualmente interessantes e bem menos volumosas que as Everest são as S4700, as quais tocavam na sala ao lado, amplificadas através de um amplificador integrado Krell S300i, ligado a uma fonte digital dCS Bartok. O som continuava a ser distintamente JBL, pelo seu forte impacte dinâmico extensão de grave, mas as S4700 eram algo mais «afáveis» que as Everest, tendo um jogo de cintura que lhes permitia entrar com pleno agrado por outros géneros musicais que não o rock.

Imac_JBL 1A

Foi sem sombra de dúvida uma excelente iniciativa da Imacustica, onde foi possível demonstrar que a música tem muitas vertentes, cada uma delas gradando mais ou menos a certos tipos de ouvintes e que o rock a sério, um tipo de música que eu diria ser quase universal. Para mais informações visite https://www.imacustica.pt/pt/catalogo/stereo/colunas/colunas-de-chao/everest-dd67000/

Banner Ajasom Dez 2021
Marantz 40n
Banner Ajasom Dez 2021

Outros conteúdos

TCL C73 Julho 22
B&W Diamond Jan 2022
Banner Marantz Jan 2022