Revista

Audio & Cinema em Casa, n.º 288, Maio / Junho de 2021 - Ano 33

NAD Masters M33, o melhor de todos os «mestres»

V30, o primeiro prévio de phono da Hegel

Testes

Wharfedale Linton 85th Anniversary  DALI Oberon 1C  Isotek EVO3 Sigmas EVO3 Titran  Sonus faber Olympica Nova II Monitor Audio Bronze 200  Focal Radiance-Bentley  IsoAcoustics GAIA I  Shure AONIC 50  Merging NADAC Player

Destaques

NAD M33, a polivalência digital

O NAD Masters M33 é um senhor amplificador. Tem uma versatilidade quase inesgotável, um poder de controlo absoluto sobre as colunas, mesmo as mais difíceis, um desempenho sónico que é o melhor de toda a gama Masters, uma construção soberba e integra ainda o software Dirac que pode fazer maravilhas pela optimização do desempenho em qualquer espaço, embora não «arrume» a sala, como alguns pretendem dar a entender. Tudo isto tem um preço, mas está mais que provado que é um preço justo, a julgar pelo facto de este amplificador se estar a vender que nem pãezinhos quentes. Se ficou convencido pelo que leu o melhor é fazer já uma reserva, pois ele nunca chega em números suficientes para satisfazer todos os interessados. Que melhor prova de qualidade se pode ter?

Em teste (publicação em breve):

Moonriver Audio 404, Naim NAIT XS 3, Ferrum Hypsos, Thoress EHT, Constellation Audio Integrated 1.0…

Banner EISA Coming Soon 2021