MÚSICA

by Redacção Audio on 11 Abril 2011 17:58Dias da Música em Belém

Entre a morte de Richard Wagner e o fim da Segunda Guerra Mundial, a música ocidental reinventa-se.

Ao apogeu do sinfonismo mahleriano sucedem-se as ruturas do impressionismo (Debussy, Fauré, Franck) e de Stravinsky, e sobretudo do atonalismo, representado pela Segunda Escola de Viena (Schoenberg, Berg, Webern).

Mas, tal como Dvorák tinha anunciado nos últimos anos do século XIX, emergem novas expressões musicais que ganham corpo sobretudo nos Estados Unidos, recorrendo às tradições afro-americanas: é a era dos blues e do jazz e de uma primeira estética de fusão, que dará origem a Copland e Gershwin. A receção desses novos sons dá-se na Europa do primeiro pós-guerra (depois de 1918), com compositores como Ravel e Kurt Weill, mas o movimento acentua-se depois da ascensão ao poder do nacional-socialismo em 1933, que leva ao êxodo de compositores e intérpretes, na sua maioria para a América. Em pouco mais de sessenta anos, a tradição musical europeia roda sobre si mesma, criando novas formas e novos formatos, gerando ruturas e polémicas, e recriando universos sonoros abertos às influências exteriores. 
Homepage » Programação » Programação Dias da musica 2011 » Informações gerais
DIAS DA MÚSICA EM BELÉM - DA EUROPA AO NOVO MUNDO 1883-1945

Informações gerais 

Concertos no CCB, dias 15, 16 e 17 Abr 2011
N.º DE CONCERTOS: são 65 concertos em 7 salas.
Consulte a listagem de concertos em http://www.ccb.pt/sites/ccb/pt-PT/Programacao/Diasdamusica2011/Pages/informaçõesgerais.aspx

Logo Revismarket