LG OLED 300 dpi
Audiolab_Omnia_17-03-22
Imacustica vertical
Banner Exaudio Junho 22
Esoteric-Aqipa
Imacustica maior

Elvis, de Baz Luhrmann

Elvis, de Baz Luhrmann

18 Fevereiro 2022

Estreia a 23 de junho nos cinemas


O australiano Baz Lurhmann encontrou a história perfeita para um filme feito por si. Depois dos mais entusiasmantes musicais dos últimos anos chegou a ELVIS PRESLEY. Música, cor, dança, e drama, muito drama e tragédia. Estreou-se em 1992 com Strictly Ballroom – Vem Dançar, sobre alguém que ousa mudar a maneira de fazer as coisas. Depois em 1996 foi a vez da brilhantíssima adaptação de Romeu e Julieta, de William Shakespeare,com Leonardo DiCaprio e Claire Danes a fazerem o par perfeito, numa história de amor condenada, ao som de música pop dos anos 1990. O novo século começou com Moulin Rouge, mais uma tormenta perfeita em cinema, com Nicole Kidman e Ewan Mcgregor, além de um John Leguizamo que nunca esteve tão bem em nenhum outro filme como nos filmes de Lurhmann. Abrandou nos musicais e tentou ir mais longe com Austrália e O Grande Gatsby, a obra impossível de adaptar ao cinema. Não foi do agrado de todos, mas as cores saturadas, os sentimentos à flor da pele, as vidas falhadas pela falta de amor, acompanham-no! Baz Lurhmann é um dos mais realizadores mais estilisticamente excêntrico da sua geração, gosta de histórias luxuosas com muitos toques teatrais e muita, muita cor.
Agora Elvis. O filme explora a vida e a música de Elvis Presley sob o prisma da relação complicada com o agente «Colonel» Tom Parker, um homem enigmático que muitos acusam pelos falhanços de Elvis Presley. A história mergulha na dinâmica complexa entre Presley e Parker ao longo de 20 anos, desde o início da carreira de Elvis até ao estrelato sem precedentes, contrastando com as mudanças culturais e a perda da inocência da América.  No centro desta jornada está uma das pessoas mais importantes da vida de Elvis, Priscilla Presley.
No elenco de Elvis estão Tom Hanks, irreconhecível, parece uns 50 quilos mais gordo, tudo não passa de muita maquilhagem e umas almofadas. Aliás, foi durante estas filmagens que Hanks apanhou covid. O norte-americano já fez de tudo, tem dois óscares em casa, um por Forrest Gump, outro por Filadélfia … e merecia uma coisa assim, diferente.
Já Elvis Presley é interpretado por Austin Butler, um californiano de 30 anos que esteve em Era uma Vez em Hollywood, de Quentin Tarantino e, entre outros, o filme de Jim Jarmusch – Os Mortos não Morrem.
Para o papel de Priscilla Presley, Baz Lurhmann foi buscar … Olivia DeJonge, australiana, que trabalhou com M. Night Shyamalam em A Visita e fez uma série de televisão sobre William Shakespeare - Will.
Vamos ter de perdoar a falta de parecença dos atores escolhidos com Elvis e Priscilla, porque não há ninguém que se pudesse passar por eles.
Veja aqui o trailer: Elvis