NOTÍCIAS

by Jorge Gonçalves on 26 Agosto 2012 00:13Premios EISA 2012-2013

Os melhores da Europa estão aí.

Prémios de Áudio

Colunas Europeias 2012-2013
Kef LS50

À primeira vista as LS50 podem parecer apenas umas colunas minimalistas com um único altifalante, mas na realidade são mais sofisticadas que isso. De facto, o altifalante não é mais que uma das famosas unidades Uni-Q da Kef, com o tweeter montado no centro acústico da unidade de médios/graves. Esta última versão possui um cone de cor rosa-ouro, fabricado a partir de uma liga especial de magnésio e alumínio e colhendo todos os benefícios da excursão longa da bobina para melhorar a reprodução de graves. Para além do seu belo acabamento, a caixa tem uma estrutura muito sólida, com travamentos internos, amortecimento antivibração e painel frontal de grande espessura. Cumprindo o que prometem, as LS50 apresentam-nos um som notavelmente amplo, com uma imagem vívida e um tremendo poder nos graves, que vai muito para além daquilo que poderíamos esperar quando olhamos para o seu tamanho. Feche os seus olhos e acreditará facilmente que está a escutar umas colunas de dimensões bem superiores.

Sistema Europeu de Dois Canais 2012-2013
Cambridge Audio Azur 851C + 851A

Quando é que um leitor de CD’s é mais que um leitor de CD’s? Quando foi projectado para ser um conversor D/A externo com uma drive de CD integrada. Estamos a falar do Cambridge Azur 851C: o melhor leitor da Cambridge até esta data e que combina o seu DAC mais sofisticado com entradas de áudio digital USB e convencionais. O amplificador 851A faz par com ele e comunga do seu design inspirado, empregando a última versão da tecnologia patenteada Class XD para exceder de maneira confortável os 120 W especificados. Deste modo, enquanto o leitor/conversor 851C mostra a sua faceta mais bem comportada, o 851A é um lobo em pele de cordeiro, um amplificador musculado que agarra as colunas e nos brinda com graves poderosos e profundos. Com a combinação do 851A com o 851C tem-se tecnologia de ponta por preços bem abaixo dos de equipamentos de high end. Basta juntar as colunas que consiga comprar e este sistema de dois canais dará a provar-lhe um pouco daquilo que é o paraíso audiófilo.

HI-FI sem Fios Europeu 2012-2013
Dynaudio Xeo

Hi-Fi sem cabos? Se este é o seu sonho, então a Dynaudio tem a solução com o sistema de áudio sem fios Xeo. Para muitos, as ligações sem fios são associadas a pouca qualidade de áudio, mas o Xeo parece definir um novo standard com o seu transmissor capaz de fazer o streaming de música com resoluções de até 16 bit/48 kHz para as suas colunas monitoras Xeo 3 ou colunas de chão Xeo 5. Ambas as colunas incluem dois amplificadores de 50 W para os altifalantes de agudos e graves, enquanto o citado transmissor incorpora entradas analógicas, USB e Toslink, para assegurar a compatibilidade com uma vasta gama de fontes Hi-Fi. O Xeo não só aceita uma multiplicidade de fontes, como faz o streaming para até três zonas de colunas independentes, espalhando o seu som vivo e dinâmico através de toda a sua casa.

Produto Europeu de Streaming 2012-2013
Pioneer N-50

Os equipamentos hi-fi para streaming em rede estão a aparecer no mercado como cogumelos, mas o Pioneer N-50 está bem à frente do grupo, definindo o standard na sua classe. O seu mostrador colorido LCD de 2,4 polegadas apresenta-nos uma grande diversidade de informação, incluindo uma imagem em miniatura da capa do disco e detalhes tais como o tipo de ficheiro e a frequência de amostragem. O N-50 é também bem mais pesado do que o seu perfil elegante sugere, graças à sua fonte de alimentação múltipla e ao chassis reforçado. Mas, mais importante do que tudo isto, a sua ligação Ethernet compatível com o standard DLNA aceita ficheiros da mais alta resolução (24 bit/192 kHz), sendo complementada com outras ligações mais convencionais para aceitar outros tipos de sinais digitais, tais como a USB e a coaxial, bem como integra adaptadores externos Wi-Fi/Bluetooth. Do ponto de vista musical reproduz-nos uma imagem espacial dentro da qual se pode caminhar – as guitarras soam vivas e rápidas e os pratos literalmente vibram quando o N-50 põe em jogo a sua magia digital.

Auscultadores Europeus 2012-2013
Sennheiser HD 700

A Sennheiser tem estado na vanguarda do desenvolvimento de auscultadores durante décadas, estando muita dessa experiência em engenharia reflectida nos novos HD 700. Imediatamente reconhecível pela estética moderna e elegante, este projecto aberto do tipo circumaural utiliza uma grande variedade de conceitos de tecnologia de materiais. As almofadas dos ouvidos, de veludo suave, são suportadas numa banda com amortecimento por silicone, ao mesmo tempo que o rendimento dos excitadores internos é melhorado pelo sistema magnético do tipo ventilado. Muito confortáveis de utilizar, os HD 700 perpetuam a tradição da Sennheiser de um desempenho tremendamente detalhado, reforçado neste caso pelos painéis de suporte dispostos em ângulo oblíquo. Para além disso, o som destes auscultadores possui uma bem-vinda riqueza, com uma cálida naturalidade, o que convida a longos momentos de audição.

Conversor D/A Europeu 2012-2013
Audiolab M-DAC

A mais recente encarnação do áudio digital transmitido a partir de uma ligação USB fez com que o conceito de conversor D/A externo tenha que ter sido repensado. De entre toda uma nova gama de DAC’s USB poucos são tão simples de implementar ou tão versáteis de utilizar como o pequeno mas fabuloso Audiolab M-DAC. Funciona ligado directamente a quase qualquer PC ou Mac sem necessidade de drivers USB especiais, ao mesmo tempo que o seu amplo mostrador apresenta uma grande riqueza de informação sobre a música a ser reproduzida. O controlo de volume integrado permite que o M-DAC funcione como um pré-amplificador, ao mesmo tempo que a possibilidade de escolha entre sete tipos de filtros digitais facilita o ajuste fino do som reproduzido. E que som: poderoso, reflectido e delicado, vai directo ao coração da música, mantendo-se sempre fiel à sua alma. Este é um equipamento de elevadíssima performance, perfeito tanto para o iniciado no áudio a partir do computador como para o entusiasta esclarecido.

Gira-Discos Europeu 2012-2013
Pro-Ject Debut Carbon

Apesar do seu nome, o Debut não é o primeiro gira-discos da Pro-Ject, mas sim um elemento mais de uma série que tem sido a espinha dorsal desta marca tão bem sucedida. Na sua última versão, o Debut integra um chassis de uma única peça, disponível em sete cores de alto brilho, com um prato de tracção por correia. O motor beneficia de uma suspensão melhorada, mas a característica mais distintiva deste gira-discos é o seu novo braço de fibra de carbono, derivado do popular modelo 9cc da Pro-Ject. O som deste gira-discos é tão maduro como o projecto em si, com uma dinâmica que nos faz bater o pé e que nos lembra os modelos de preços bem mais acima. As vozes são igualmente apresentadas com perspicaz clareza e impacte. Se está curioso acerca de tudo o que se diz sobre o regresso do vinilo, então o Pro-Ject Debut Carbon é a fonte ideal para pôr os seus discos pretos a rodar.

High-End de Áudio Europeu 2012-2013
DALI EPICON 8

O fabricante dinamarquês DALI não é um nome novo no high-end e o seu mais recente lançamento na gama EPICON pode muito apropriadamente designar-se por «épico». As esculturais EPICON 8 têm uma imponente altura de 1,26 metros e incorporam altifalante dedicado de médios/graves com cone de fibra de madeira, colocado acima de um inovador tweeter de fita e complementado por dois altifalantes de graves. As inovações-chave incluem o recurso a um material não condutivo em pó para o íman, chamado composto magnético ligeiro (SMC), o qual reduz globalmente a distorção ao longo de uma ampla gama dinâmica. A caixa das EPICON 8 é fabricada a partir de seis camadas de MDF e o acabamento inclui uma ampla escolha de negro lacado e folheados de madeira natural. O seu som é igualmente impressionante, simultaneamente audacioso e íntimo, enchendo a mais ampla das salas com a maior das facilidades.

» Próxima página (Página 4 - 4/8)