NOTÍCIAS

by Jorge Gonçalves on 14 Agosto 2014 11:01Prémios EISA 2014-2015

Os melhores produtos para o próximo ano escolhidos pelos maiores especialistas europeus

No berço da civilização ocidental

Ano após ano, desde 1994 (já lá vão 20 anos!), venho destacando a grande importância que os prémios EISA já assumiram em toda a Europa, e não só. De facto, já não há quase ninguém minimamente ligado à electrónica de consumo que não tenha ouvido falar na EISA, como eu tenho constatado nos tempos mais recentes: desde os equipamentos móveis, que rapidamente assumiram uma grande importância na panóplia de produtos premiados pela EISA, às áreas mais convencionais do áudio, vídeo, car-audio e fotografia, praticamente todos os fabricantes e a larga maioria dos consumidores do mercado europeu têm um conhecimento muito completo da EISA e dos seus prémios anuais. E tem de se concordar que existem razões para este agradável estado de coisas, pois as mais de 50 revistas que no seu conjunto constituem esta associação europeia, oriundas de 20 países diferentes da Europa, asseguram um vasto grau de visibilidade e promoção aos galardões EISA, uma vez que cobrem mais de 400 milhões de habitantes da Europa, incluindo mesmo países, tais como, por exemplo, a Sérvia e a Rússia, que não fazem parte da União Europeia.
Tendo de algum modo até agora como denominador comum a escolha de um país razoavelmente central em relação ao continente europeu, por razões mais que óbvias, o General Meeting (GM) ou, em português, a Assembleia Geral, da EISA, tem como uma das suas funções principais a escolha anual dos produtos a premiar dentro das diversas categorias.
Mas não só, porque uma instituição com mais de 30 anos de existência não pode ficar estática e não se reajustar às evoluções que tudo o que a rodeia vem sofrendo, nalguns casos com uma velocidade vertiginosa. E foi por isso mesmo que, depois de definidos no ano passado os critérios para acesso futuro de membros com revistas puramente na Internet, coloquei todo o empenho em reajustar a estrutura interna da EISA de modo a ter uma correspondência mais evidente com aquilo que se passa no mercado hoje em dia e, por outro lado, a ser mais fácil associar o know-how dos diversos membros nas diversas áreas de especialização. E é assim que, a partir deste ano, as revistas membros da EISA são associadas em termos de Grupos de Especialistas e não mais de Painéis, uma designação que vinha dos primeiros anos de existência da associação. No dia-a-dia iremos tirando permanentemente conclusões sobre até que ponto esta estrutura flexível reflecte as gamas de produtos existentes no mercado e se pode renovar para acompanhar as movimentações permanentes que dão cada vez mais origem a produtos que abrangem um vasto número de áreas de espacialização: telemóveis com câmaras de fotografia e vídeo de alta resolução, máquinas fotográficas capazes de gravar vídeo 4K, auto-rádios com capacidades de streaming, e assim por diante. As primeiras conclusões sobre a validade desta nova organização interna são muito positivas, o que só me pode deixar satisfeito.
E a localização geográfica escolhida para o GM de 2014 não podia ser mais inspiradora: Atenas é sem dúvida o berço da civilização ocidental, e estar presente no berço da humanidade e passear por pedras que já foram calcadas por alguns dos homens mais ilustres desta nossa civilização cria em cada um de nós, por um lado, uma sensação de pequenez mas, por outro, incita-nos a ir mais além e igualmente realizar coisas, como eles o fizeram, no seu tempo, mas agora naturalmente noutro âmbito.
A atmosfera criada terá assim sido mais que propícia para um bem ponderado e inspirado grupo de decisões, o que sinceramente acho que aconteceu. Temos produtos bem interessantes, alguns de áreas tecnológicas que, uma vez mais, estabelecem uma aproximação/convergência entre várias áreas tradicionais e que não demonstram mais que a inevitabilidade de a EISA se deter cada vez mais sobre equipamentos que agrupam em si tantas tecnologias e conceitos diferentes que seria difícil classificá-los apenas dentro de uma delas.
Mas cada coisa a seu tempo, não vou desvendar mais sobre este tema; por agora apreciemos os prémios EISA 2014-2015 nas páginas que se seguem. Algumas surpresas estão aqui bem patentes, mas não tenho dúvidas de que os entusiastas mais cometidos já visitaram, a partir de 15 de Agosto, o site da EISA (www.eisa.eu) para saberem de imediato quais os melhores produtos em cada área. Mas uma presença em papel continua a ter, e espero que por muitos anos, um apelo muito forte. E é por isso que a Audio & Cinema em Casa se mostra presente de dois em dois meses nas bancas de publicações, e é igualmente por isso que tantos e tantos audiófilos e videófilos nos seguem fielmente. Até para o ano então, em termos de prémios EISA.

» Próxima página (Página 2 - 2/7)